Detalhes que fazem a diferença: Broches

Há um tempo atrás, escrevi esse post que falava do valor do lenço para mudar um look. Seguindo essa ideia do poder dos acessórios, outro deles que se destaque nesse papel é o broche.

Assim como o lenço, o broche é por vezes esquecido e, quando usado, normalmente nos limitamos ao modo mais tradicional. Mas existem tantas formas legais de usar essa peça que deixá-la de lado na gaveta é uma grande bobagem!

O fato do broche não ser tão “popular” o torna ainda mais especial. Visto que não terá 1.000 pessoas usando a mesma coisa que você (alô maxi colar!), então vale apostar!

As imagens acima ilustram algumas das muitas maneiras de se usar broches. Dentre elas, podemos destacar:

  • Na lapela ou alcinha: Na lapela do blazer acredito ser uma das formas mais básicas de se usar broches, mas não menos charmosa! Esse da imagem da Maria Filó é super lindo, no lookbook da marca tem outras opções bem bacanas. Outra forma legal é na alça da blusa, como essa da personagem Carrie. Tem uma fase no seriado que ela usa e abusa desses mega broches de flores, super inspiração!
  • Na camisa: Posicionado um pouco acima do busto, ou no colarinho, o broche acrescenta uma graça extra à tradicional camisa. Para quem gosta se arriscar, vale fazer como a Bia Perotti e aplicar os broches em locais mais inusitados, adorei a composição de libélulas formando um desenho sob o suéter, o resultado ficou incrível!
  • No lenço: Para incrementar as inúmeras amarrações dos lenços, a pedida é acrescentar um broche, fica lindo e diferente!
  • No colar: Maxi colares, como os das imagens, ficam ainda mais poderosos com um broche sobreposto. Um colar de pérolas comprido também deve ficar lindo com um desses!

Lá no blog Oficina de Estilo (sempre elas, né!) tem outras idéias de como usar broches bem legais!

E aí, vamos pendurar os brochinhos? 

Anúncios

Golinha addicted

Junto com os maxi colares (que finalmente ou não emplacaram!), um novo adorno tem aparecido muito por aí: a golinha peter pan!

O nome desse acessório faz referência à modelagem das golas com pontas arredondadas, mas as tais golinhas não se restringem a esse formato e têm sido produzidas em diferentes moldes e materiais.

No começo dessa modinha (lá com a Alexa Chung e as golas Miu Miu com gatinhos estampados), tinha minhas dúvidas se ela seria realmente usável, mas hoje confesso estar viciada nela!

Só pelo perfume retrô a tal golinha me ganha e, fora isso, acho bem bacana a nova proposta de visual que a mesma traz. Botões fechados, colarinhos sobrepostos e a ideia de “falsa gola” por cima de decotes comportados oferecem uma imagem diferente das composições que víamos sempre.

Imagens: Pinterest

Queria uma de cada das inspirações acima! Adoro a última de strass combinada com outros colarzinhos e com a t-shirt meio rocker.

Tenho adorado criar modelos de golinhas, fico apegada querendo todas pra mim! Essas são algumas das últimas produções:

Toda tendência tem a sua saturação, mas apesar de ter um montão de gente usando, eu sigo amando as golinhas…desejando muitas e com vontade de criar outras mais!

PS: Dois posts legais publicadas nos últimos dias falando dessa moda no blog Starving e no F-utilidades! Valem os cliques! 😉

Desejo do dia: Cardigãs!

Sou viciada em casaquinhos, acho que uma terceira peça deixa a produção bem mais legal! Tenho gostado especialmente dos cardigãs pela sua versatilidade; fica lindo com vestido, com cintinho sobreposto, todo ou semi abotoado e, até mesmo, usado ao contrário fica charmoso e diferente.

Na Maria Filó sempre tem modelos fofos dessa peça, vale olhar o lookbook no site da marca e se inspirar no styling!

Imagens: We heart it e Maria Filó

Se forem feitos de tecidos levinhos me agradam ainda mais!

. . .

P.S: Queria ter tempo para colocar mais minha idéias e vontades por aqui, mas o tempo livre tá curtinho, enfim vou no meu ritmo até conseguir atualizar como gostaria. 🙂

Perfeito em sua imperfeição

Não é todo mundo que consegue fazer de misturas imperfeitas e combinações que fogem às regras algo fantástico, afinal é tão mais fácil apostar no seguro. Mas quem se dispõe a tentar ousar, e o faz de modo despretensioso e natural,  sempre se destaca. Não parecer fazer muito esforço e ter algo fora do lugar pode ser deslumbrante!